quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Diferença entre: Administração Pública e Administração Privada


Na prática, há apenas dois tipos de Administração, a Administração Pública e a Administração Privada, ainda que usem estratégias semelhantes, têm características e legislação próprias. Entenda a diferença:

Administração Pública

Esse modelo é usado na gestão de empresas e instituições públicas e governamentais, tendo assim uma relação íntima com o Estado. A administração pública tem como finalidade principal o bem comum, descrito na Constituição Federal, se ajustando aos projetos e às políticas governamentais. Assim, seu orçamento e a destinação de suas verbas seguem os objetivos do Estado, passando, portanto, pela mão do gestor público. Nesse tipo de gestão, há pressão política envolvida. Os conhecimentos exigidos para a atuação na área podem ser obtidos por meio de um curso de Gestão Pública, de menor duração do que uma graduação em Administração.

Administração Privada

É o tipo de gestão visto em empresas privadas, que são geridas de modo mais profissional e que sempre visam os melhores resultados possíveis. A gestão privada, diferentemente do que ocorre na gestão pública, quase sempre deve ser feita por profissionais devidamente qualificados, o que nem sempre ocorre, já que em muitos casos, há falta de mão de obra que seja realmente bem qualificada para a função. Também, diferentemente do que ocorre na gestão pública, na gestão privada, é possível que por meio de um projeto empresarial, tenha-se planejamento estratégico e foco na chamada governança corporativa, conseguindo assim, ter sucesso.

Principais diferenças:

  • A Administração Pública, tem foco no cidadão. A Privada, no cliente.
  • A Administração Pública é controlada pelo Estado (controle político). A Privada, pelo mercado.
É fato é que ambas as administrações são importantes para o bom funcionamento da sociedade, uma vez que os indivíduos exercem tanto o papel de cidadãos quanto de clientes.