terça-feira, 31 de outubro de 2017

Sistemas de Informação


Sistemas de Informação é a expressão utilizada para descrever um Sistema seja ele automatizado (que pode ser denominado como Sistema Informacional Computadorizado), seja manual, que abrange pessoas, máquinas e/ou métodos organizados para coletar, processar, transmitir e disseminar dados que representam informação para o usuário e/ou cliente.
Informações são dados oferecidos de uma forma significativa e útil para os indivíduos. Dados são correntes de fatos brutos que importam eventos que estão ocorrendo nas organizações ou no ambiente físico, antes de terem sido organizados e arranjados de uma forma que as pessoas possam entendê-los e usá-los.
Todo Sistema de Informação que manipula dados e gera informação, usando ou não recursos de tecnologia em computadores, pode ser genericamente considerado como um sistema de informação. Por exemplo, o sistema de informação organizacional pode ser conceituado como a organização e seus vários subsistemas internos, contemplando ainda o meio ambiente externo.
Segundo Turban, uma infra-estrutura de informação consiste em instalações físicas, serviços e gerenciamento que suportam todos os recursos computacionais existentes em uma organização. Existem cinco componentes principais na infra-estrutura: hardware do computador, software de propósito geral, redes e instalações de comunicação (incluindo internet), banco de dados e o pessoal do gerenciamento da informação. A infra-estrutura abrange esses recursos e a sua integração, operação, documentação, manutenção e gerenciamento. A infra-estrutura também nos informa como recursos computacionais específicos são organizados, operacionalizados e administrados. Os sistemas de informações podem ser classificados a princípios com formais ou informais. Os sistemas de informação formais incluem processo pré-definidos, entrada e saídas padronizadas e definições fixas. Quantos as informais, estes assumem diversas formas, que vão desde uma rede de comunicação informal em uma empresa, até um grupo de amigos que troca correspondência eletronicamente.

USO NAS EMPRESAS
À escala das organizações, a informação é um fator decisivo na gestão por ser um recurso importante e indispensável tanto no contexto interno como no relacionamento com o exterior. Quanto mais viável, oportuna e exaustiva for essa informação, mais coesa será a empresa e maior será o seu potencial de resposta às solicitações da concorrência. Alcançar este objectivo depende, em grande parte, do reconhecimento da importância da informação e do aproveitamento das oportunidades oferecidas pela tecnologia para orientarem os problemas enraizados da informação.
A revolução da Informação exige, assim, mudanças profundas no modo como vemos a sociedade na organização e sua estrutura, o que se traduz num grande desafio: aproveitar as oportunidades, dominando os riscos inerentes ou submeter-se aos riscos com todas as incertezas que acarretam.
Na chamada Sociedade de Informação, esta possui um efeito multiplicador que dinamizará todos os setores da economia, constituindo, por sua vez, a força motora do desenvolvimento político, econômico, social, cultural e tecnológico.

NA ADMINISTRAÇÃO
A administração de sistemas da informação, é a técnica de planejamento, estudo, a execução e o gereciamento de atividades mais bem realizadas dos sistemas de informação, nas empresas e em locais de uso informativo. Desde o século XX, os homens viram a necessidade de criar sistemas aos quais pudessem promover mais agilidade aos processos de trabalho desenvolvidos na época. Como vemos na evolução dos sistemas de informação com o inicio de sua aparição na tecnologia, com as maquinas de cálculo, as gigantes maquinas a válvulas, transistores e no fim o usual sistemas de computadores, até hoje movidos  a circuitos integrados. Assim a  usabilidade dos sistemas de informação ficou mais viável a todos com o processamento de dados cada vez mais rápido, dando um avanço significativo na história da computação comercial. E  a administração de sistemas da informação veio para auxiliar os homens a entenderem as consequências da integração da tecnologia da informação nas áreas de processos organizacionais e de gerência em geral, tendo sua principal viabilidade e usabilidade em organizações empresariais.

CLASSIFICAÇÕES
Sistemas de informações podem ser classificados como:
  • Sistemas de Informação Gerencial (SIG): agrupam e sintetizam os dados das operações da organização para facilitar a tomada de decisão pelos gestores da organização;
  • Sistemas de Informação Estratégicos (BI - Business Intelligence): integram e sintetizam dados de fontes internas e externas à organização, utilizando ferramentas de análise e comparação complexas, simulação e outras facilidades para a tomada de decisão da cúpula estratégica da organização.
  • Sistemas de Informação Comerciais/Negociais (Customer relationship management — CRM): referem-se ao processo de coleta, análise, compartilhamento e monitoramento de informações que oferecem suporte à gestão de negócios de uma organização, tanto em relação ao comércio e colaboração com outras empresas, como ao atendimento direto com o cliente.

Como qualquer outro sistema, o SI inclui a entrada (input) que envolve a captação ou coleta de fontes de dados brutos de dentro da empresa ou de um ambiente externo. O processamento envolve a conversão dessa entrada bruta em uma forma mais útil e apropriada. A saída (output) envolve a transferência de informação processada às pessoas ou atividades que a usarão (processa os inputs e produz outputs, que são enviados para o usuário ou para outro sistema).Podem conter também um mecanismo de feedback que controla a operação.