quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Gestão de Cargos e Salários


A Gestão de Cargos e Salários é um processo utilizado para orientar colaboradores e organização referentes às regras e os caminhos necessários para o progresso dentro da empresa, fixando critérios que possibilitem a empresa agir de forma mais racional, profissional e impessoal. É uma ferramenta que tem por objetivo reconhecer a capacitação profissional e o desempenho dos seus funcionários.

QUAL A IMPORTÂNCIA DE CARGOS E SALÁRIOS?

  • Manter o equilíbrio interno, proporcionando um equilíbrio entre os cargos e salários da empresa;
  • Elaborar um plano de carreiras a fim de proporcionar o desenvolvimento profissional;
  • Promover o equilíbrio externo dos salários pagos pela empresa com os salários pagos pelo mercado através de uma pesquisa salarial;
  • Atrair, reter e desenvolver o Capital Intelectual com real capacidade para atender as necessidades e prioridades da empresa frente ao mercado;
  • Estimular o aperfeiçoamento dos funcionários, possibilitando seu desenvolvimento profissional dentro da empresa, baseado nas perspectivas de aproveitamento interno através da ocupação de outros cargos;
  • Aumentar o grau de comprometimento dos funcionários em relação à empresa e a satisfação com os ganhos e perspectivas de ascensão interna;
  • Promover a transparência nas negociações salariais entre colaboradores e empresa;
  • Tratar a remuneração dos funcionários de forma mais profissional e menos pessoal.
A implantação de um Plano de Cargos e Salários possibilita um sentimento de justiça perante os funcionários, já que há clareza e transparência para administrar a definição das faixas salariais de cada cargo e a concessão dos aumentos salariais, eliminando fatores subjetivos. Também se espera, em longo prazo, a diminuição dos gastos com a folha de pagamento já que os salários dos novos funcionários são definidos de acordo com a nova política implantada.

Administração de Salários

A administração de salários é algo importante na relação capital x trabalho no sistema das organizações. É uma função organizacional baseada em certos pressupostos, nos quais, segundo Lobos (1979, p. 260):

1. A contribuição do empregado à organização é um determinante adequado da remuneração por ele recebida;

2. Tal contribuição pode ser medida objetivamente e traduzida a valores monetários ou equivalentes, constituindo a remuneração;

3. A remuneração exerce uma influência motivadora sobre o individuo no trabalho.

Esses pressupostos são aspectos convencionais da remuneração e devem ser objeto de estudos dentro das organizações.


Objetivos da Administração Salarial


Os objetivos da administração salarial são obtidos através dos equilíbrios internos e externos nas organizações. Segundo Pontes (1989, p. 19), o equilíbrio interno é muito importante porque os funcionários comumente julgam a equidade de suas remunerações comparadas com as dos demais empregados. O equilíbrio externo é obtido através da adequação salarial da organização frente ao mercado de trabalho.

Métodos de Administração Salarial

As etapas da análise de cargos englobam a coleta de dados, a descrição, a especificação e a titulação dos cargos. Os métodos de coleta de dados podem ser observação local, questionário, entrevista e métodos combinados. Segundo Souto Maior, as informações e sua análise são os elementos essenciais para desenhar um cargo.


O plano de administração de cargos e salários deve ser implantado com a colaboração das chefias, uma vez que são os chefes os responsáveis pela motivação e produtividade dos recursos humanos e serão eles que terão que conviver com as políticas e regras traçadas. Desta forma, o órgão de Recursos Humanos terá amplo apoio durante a elaboração do programa, além de maior certeza de que o mesmo será mais condizente com a cultura da organização.