quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Microeconomia e Macroeconomia


MICROECONOMIA

Também conhecida como teoria dos preços, a Microeconomia estuda a formação de preços no mercado de modo a estudar como o consumidor interage e decide qual o preço e quantidade de determinado bem ou serviço em mercados específicos. A Macroeconomia visa estudar o comportamento da Economia como um todo, de modo a considerar as variáveis globais como consumo agregado, renda nacional e investimentos globais. Enquanto isso, a microeconomia preocupa-se com a formação de preços e bens e serviços (exemplo, milho, automóveis) e de fatores de produção (lucros, salários) em mercados específicos.

Este pilar da economia estuda as interações que ocorrem nos mercados através da noção existente e da regulação estatal. Distinguindo o mercado de um produto ou serviços dos mercados de fatores de produção, trabalho e capital. A concorrência e o monopólio são estudados em função de suas consequências, em termos de comportamento e da eficiência econômica. É realizada assim uma análise de mercado a partir das conjecturas simplificadoras que são: racionalidade dos agentes e equilíbrio parcial, e uma análise no equilíbrio geral ajudam a avaliar os resultados sobre os demais mercados, podendo assim compreender as interações e as estruturas que podem ajudar a aproximar-se de um equilíbrio.

MACROECONOMIA

A Macroeconomia é uma ramificação da ciência econômica que visa estudar, medir e observar uma economia nacional ou regional como um todo. Esta ramificação é um dos dois pilares da economia, o segundo é a microeconomia, onde definiremos mais adiante. O conceito fundamental da macroeconomia refere-se a do sistema econômico, isto é, uma organização que envolva recursos produtivos. 

A estrutura macroeconômica é composta por cinco mercados:

  • Mercado de Bens e Serviços;
  • Mercado de Trabalho;
  • Mercado Monetário;
  • Mercado de Títulos;
  • Mercado de Divisas; 

A macroeconomia estuda as principais tendências obtidas através dos processos microeconômicos da economia, no que pertence principalmente à produção, geração de renda, uso de recursos, comportamento dos preços e o comércio exterior. 

Os desígnios principais da macroeconomia são:

  • Crescimento da economia;
  • Pleno emprego;
  • Estabilidade de preços;
  • Controlo inflacionário;

QUAL A IMPORTÂNCIA DA MACRO E DA MICROECONOMIA?

Esses dois grandes ramos da economia são complementares entre si. Devemos lembrar que, na essência, todos aqueles números que vemos o tempo todo na imprensa (tais como a variação do PIB e a taxa de desemprego) são nada mais que o resultado de um enorme conjunto de ações tomadas por indivíduos, firmas e instituições. Desse modo, os resultados observados no conjunto da obra (macroeconomia) podem ser melhor entendidos ao se analisar o nível unitário (microeconomia) – e vice-versa.