quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Planejamento de Recurso Corporativo - Enterprise Resource Planning (ERP)


Planejamento de Recurso Corporativo, em inglês: Enterprise Resource Planning (ERP) é um sistema de informação que integra todos os dados e processos de uma organização em um único sistema. A integração pode ser vista sob a perspectiva funcional (sistemas de finanças, contabilidade, recursos humanos, fabricação, marketing, vendas, compras etc) e sob a perspectiva sistêmica (sistema de processamento de transações, sistemas de informações gerenciais, sistemas de apoio a decisão etc).

O ERP é uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa, possibilitando a automação e armazenamento de todas as informações do negócio.


ERP é a espinha dorsal dos negócios eletrônicos, uma arquitetura de transações que liga todas as funções de uma empresa, por exemplo, de processamento de pedido de vendas, controle e gerenciamento de estoque, planejamento de produção e distribuição e finanças.


A importância que um sistema de ERP proporciona a uma corporação, é a maior confiabilidade dos dados, agora monitorados em tempo real, e a diminuição do retrabalho. Algo que é conseguido com o auxílio e o comprometimento dos funcionários, responsáveis por fazer a atualização sistemática dos dados que alimentam toda a cadeia de módulos do ERP e que, em última instância, fazem com que a empresa possa interagir. Assim, as informações trafegam pelos módulos em tempo real, ou seja, uma ordem de vendas dispara o processo de fabricação com o envio da informação para múltiplas bases, do estoque de insumos à logística do produto.


A importância dos sistemas de ERP nas pequenas empresas em um mundo atualmente cada vez mais competitivo deixa de ser uma opção e sim torna-se obrigatório sua utilização para tomadas de decisões mais rápidas e assertivas.


VANTAGENS DO ERP

  • Redução de estoque 
  • Otimizar o processo de tomada de decisão 
  • Agilidade empresarial 
  • Redução de custos 
  • Qualidade e eficácia

DESVANTAGENS DO ERP

  • Inserção de dados não confiáveis, quando é necessário o input pelo usuário
  • Dificuldade de repasse da cultura Organizacional aos funcionários
  • O seu fornecedor pode descontinuar a sua versão de ERP sem aviso prévio
  • A utilização do ERP por si só não torna uma empresa verdadeiramente integrada

CUSTOS DO SISTEMA ERP

A implementação do sistema ERP é comparável a um transplante de cérebro. Desativamos todas as aplicações da companhia e passamos a utilizar o software de uma empresa especializada em sistemas gerenciais para empresas. O risco, evidentemente, seria a interrupção das atividades da empresa, porque se o ERP não for implementado corretamente, com certeza você acabará matando a companhia.

Custos típicos na implementação de um novo sistema ERP:

  • Reengenharia 40% 
  • Conversão de dados 20% 
  • Treinamento e gestão de mudanças 15% 
  • Software 15% 
  • Hardware 15%

Com o crescimento dos ERPs nas pequenas empresas além dos custos iniciais acima existem outros para aqueles que não possuem nenhum outro tipo de ERP instalado como o de infra-estrutura onde é necessário realizar modificações físicas nos locais para instalação de cabeamento de redes, pontos wifi, rede elétrica para comportar os equipamentos necessários para a operação de toda a solução.