quinta-feira, 3 de maio de 2018

Administração, Materiais e Logística


ADMINISTRAÇÃO, MATERIAIS E LOGÍSTICA

A área de administração de materiais de uma empresa possui grande influência em dois pontos cruciais para o seu sucesso:


  • Logística
  • Custos
Mas afinal, você saberia me responder como ela afeta estas duas áreas ao mesmo tempo?



A administração de materiais é responsável por gerir todos os processos que envolvem desde a compra de matéria-prima (MP) para a produção de um bem, como sua armazenagem, destinação às demais áreas de uma companhia e por fim ao fato dela chegar ao cliente.



Na administração de materiais também interagimos com a parte de estoques, uma vez que ela é responsável por administrar os materiais disponíveis da companhia a fim de não equivocar-se e comprar mais materiais do que devia ou então comprar materiais em duplicidade.



Em resumo, a administração de materiais é responsável pelos pontos:


Aquisição: pesquisam-se fornecedores que atendam a demanda da empresa ao menor custo possível. 
Controle: realiza-se o controle de estoques a fim de averiguar a necessidade de compra de novos materiais. 

Armazenagem: atenta-se ao correto manuseio e conservação dos materiais adquiridos a fim de evitar perdas ou extravios, acarretando em gastos desnecessários. 

Distribuição: responsável pela saída de materiais e produtos acabados, a administração de materiais realiza o controle dos itens que saem da empresa e vão ao cliente.


Sendo assim, a administração de materiais tem por finalidade o controle do abastecimento e de saída de todos os bens materiais da empresa, sejam itens que componham a fabricação do produto ou ainda os próprios produtos finalizados e pronto para serem comercializados.



SISTEMAS E FERRAMENTAS


É possível encontrar à disposição dos administradores ferramentas que auxiliem e otimizem o serviço de acompanhamento da entrada e saída de materiais. 


Dentre os principais modelos utilizados no mercado, destacamos alguns:


  • ERP (Enterprise Resources Planning): do inglês, planejamento dos recursos da empresa. Os ERPs são muito comuns hoje nas empresas e a maioria dos funcionários estão acostumados a sua utilização. Nele é possível averiguar níveis de estoques, pedidos de compra aos fornecedores, pedidos de vendas a clientes e muito mais.

  • MRP (Material Requirement Planning): do inglês, planejamento de requisição de materiais. Com este sistema é possível acompanhar a demanda e planejar quais serão as reposições de materiais necessárias frente às solicitações da área de produção, que atendem aos pedidos dos clientes.

  • WMS (Warehouse Management System): do inglês, Sistema de gestão de estoques (armazéns). Utilizado para acompanhar as movimentações de entrada e saída de materiais.

  • TMS (Transportation Management System): do inglês, Sistema de gestão de transportes. Responsável por toda a parte de distribuição da empresa, seja interna ou externa, verificando a origem e destino de todos os materiais.




Com a utilização destas ferramentas e funcionários aptos a manuseá-las de forma correta, sua empresa com toda certeza atingirá excelência no controle de seus materiais, evitando assim custos e despesas desnecessárias trazendo maior precisão à sua produção e maior rentabilidade!